29 de setembro de 2013

Resenha Estilhaça-me - Tahereh Mafi




Ficha Técnica
Título: Estilhaça-me
Autor: Tahereh Mafi
Páginas: 304
Editora: Novo Conceito






Surpreendente, é o que posso dizer desse livro que li em menos de 48 horas. Meus receios quanto a esta distopia foram totalmente superados quando me deparei com uma história original e empolgante de tal forma que não pensava em outra coisa em quanto não terminei de devorar o livro.
Com uma mistura de "Puros" e "X-Men", Estilhaça-me narra em primeira pessoa a comovente história de Juliette, uma garota que sempre foi hostilizada e mantida a distância por todos, até mesmo pelos próprios pais. O motivo: um único toque seu é capaz de ferir ou até mesmo matar.
O mundo que Tahereh nos apresenta é um futuro muito próximo, onde os animais e plantas estão cada vez mais escassos e a população vive sob o jugo de um governo ditatorial que a tudo manipula.
As situações vividas pela protagonista são narradas de forma deliciosa e envolvente, e embora para mim Estilhaça-me não possa ser considerada a melhor distopia (ainda fico com Jogos Vorazes), a autora consegue nos transportar para a história e nos faz vivenciar cada angústia e desesperança de Juliette.
Embora a parte do romance seja um pouco açucarada demais, me vi adorando e devorando essa maravilhosa distopia, que nos apresenta uma sociedade totalmente submissa e egoísta, não muito diferente infelizmente, da nossa atual sociedade.
Adorei o livro como um todo. A arte da capa é linda, o layout dos capítulos muito interessante e a conclusão no final de que os mais poderosos tentam nos fazer acreditar que o mundo e o ser humano não tem solução, que as situações críticas somente tendem a piorar e nunca a melhorar, é exatamente como vejo a maioria das situações que vivemos nos últimos anos.
A única coisa que me incomodou um pouco foi a forma da escrita no início, onde muitas palavras são ditas de forma repetitiva e algumas são riscadas dando a impressão de que estava lendo um blog.